Mariana Vilela é performer e artista visual. Está em busca de uma arte relacional que promova um corpo-linha comprometido com a tecedura de outros mundos possíveis, mais engajados, salutares e afirmativos.

Desde 2018, pesquisa a ecologia das linhas, suas múltiplas direções e experimenta a relação entre corpo e linhas visíveis e invisíveis. O que lhe interessa não é o corpo em si, mas o que há entre corpos: relações e imanências.

 

Eleje a performance por que é uma zona difusa, movediça, onde as fronteiras não são rígidas, mas flexíveis e permeáveis, na qual pode transitar – sem pudor – entre as linguagens. 

Nasceu em Belo Horizonte, em 1975, onde formou-se no Teatro Universitário da UFMG (2003). Desde 2005 mora no estado de São Paulo, passando pelas Cidades de São Bernardo do Campo, Ribeirão Pires e atualmente em Campinas, onde está  cursando o mestrado em Divulgação Científica e Cultural no Labjor/Unicamp.